Archive for the ‘pães’ Category

pão de queijo da vovó pipida

maio 29, 2014

paodequeijo_01

Eu já falei inúmeras vezes aqui da minha avó materna. Quando pequeno, passei inúmeras tardes vendo ela fazer muitas quitandas, roscas, bolos, doces e claro, pão de queijo. Minha avó foi uma pessoa muito querida, que cuidou muito de uma família bem grande e era conhecida por ter um coração enorme. Não tinha quem não achasse as quitandas dela as melhores, e ela sempre fazia quantidades enormes pra que muita gente as pudesse comer. Foi com ela que comecei a cozinhar, mesmo que eu tivesse muita dificuldade de reproduzir tudo já que ela tinha todas as medidas no olho mesmo! Não me esqueço de alguns detalhes da cozinha dela: ela colhia uma rosa ou duas, colocava dentro de um copo americano com água e punha num cantinho da pia pra enfeitar a cozinha. Colocava seu avental sempre e sempre tinha um pano de prato secando pendurado na porta do fogão. É, tem coisas que a gente nunca esquece mesmo.

250ml (1 xícara) de água

250ml (1 xícara) de leite

250ml (1 xícara) de óleo de canola

600g de queijo minas meia cura (canastra)

1 colher (sopa) de sal

1kg de polvilho azedo

6 ovos

Antes de mais nada, rale o queijo em ralo grosso, antes de começar. Ele ralado na hora dá outro sabor! Reserve. Comece o preparo em si fazendo algo que minha vó dizia ser o segredo dela: Espalhe o polvilho sobre uma superfície, ou uma grande bacia. Molhe com a água em temperatura ambiente. É isso que vai ajudar a hidratar o polvilho. Depois de espalhar a água, vá sovando com as duas mãos pra desmanchar todas as pedrinhas que se formam. O objetivo é voltar o polvilho ao original, mas que ele esteja úmido.

Leve o leite ao fogo junto com o óleo. Assim que ferver desligue. Com esse líquido, regue novamente o polvilho, tomando cuidado pra não fazer muita bagunça! Aos poucos, com a mão mesmo (e tomando cuidado pois está quente), comece a misturar e sovar. É nessa hora que começa a tomar consistência de massa. Assim que estiver uma massa branca bem quebradiça, é hora de adicionar os ovos. Vá fazendo isso um a um, e sovando pra incorporar. É muito melequento mesmo! Por último junte o queijo ralado, e sove um pouco mais. A massa fica bastante grudenta. Varia um pouco com o clima: Se estiver seco e quente, provavelmente ela vai ficar no ponto. Se estiver chuvoso e mais frio ela deve fica mais grudenta e levemente mole mesmo, mas não tem problema. Se achar que está ficando muito mole, coloque um ovo a menos; se estiver muito seca, adicione um pouco de leite. É um pouco na base do bom senso.

paodequeijo_02

Lave bem as mãos e passe um pouco de óleo nelas pra fazer as bolinhas, e repasse mais óleo assim que observar que está ficando grudento. Essa receita rende cerca de 80 pães de queijo no formato tradicional. Mesmo que seja muito, prefiro fazer de uma vez e congelar o que não for comer no dia. Basta fazer todas as bolinhas, colocar uma ao lado da outra numa assadeira (não precisa dar muito espaço, já que não vai ser assado e nem crescer) e levar ao freezer. Umas 2 horas depois retire todas as bolinhas já duras e congeladas e coloque em saquinhos.

Para assar: Tem gente que prefere assar em fogo baixo. Eu uso a mesma técnica da minha avó: Coloco o forno a 220º C, previamente aquecido! Deixo por 20 minutos nessa temperatura e depois baixo para cerca de 190º C por mais 10 minutos. Assim ele cresce bem, não resseca, fica levemente massudo com pedaços de queijo derretido por dentro e uma casquinha crocante e toda cheia de pintinhas alaranjadas do queijo que derreteu ali. Pra mim, lanche da tarde melhor não há: café e pão de queijo. Afinal de contas sou mineiro, né?

paodequeijo_03

cozinhar_ouvindo

pão australiano

setembro 24, 2013

pao_australiano_02

A receita ilustrada de hoje é de algo que está pra todo lado – o pão australiano, que não existe na Austrália assim como não tem pão francês na França! Não sei quem “descobriu” a receita do Outback, mas tenho visto cada vez mais em bares, hamburguerias, padarias… E em vários blogs também. Usei dos meus (poucos) conhecimentos de quando estudei padaria na França e fiz umas pequenas alterações no que vi por aí. Peguei os ingredientes, mas utilizei de pequenas técnicas que os franceses usam pra deixar o pão mais perfeito. E resolvi ilustrar só pra dar mais vontade de fazer!

pao_australiano_01

880 g de farinha de trigo

400 ml de água

10 g de fermento biológico seco (1 sachê)

30 g de cacau em pó (pode usar chocolate em pó também)

50 g de açúcar mascavo

100 ml de mel

60 g de manteiga

30 g de leite em pó

15 g de sal

receita_ilustrada_06

Misture bem 250 g da farinha de trigo com 150 ml da água e 2 g do fermento. Coloque em um bowl pelo menos duas vezes maior que essa massa (ela vai crescer). Cubra com plástico filme e guarde em temperatura ambiente por 12 horas. Eu costumo colocar no forno (não ligado) para repousar.

Pegue o restante da farinha e do fermento e disponha numa superfície (como a beirada de granito da pia) onde vai sovar. Faça uma coroa para colocar o líquido dentro. No restante da água dissolva o leite em pó e o cacau em pó. Coloque no centro da farinha e fermento e comece a sovar, incorporando bem. Junte a massa fermentada do dia anterior e sove bem. Junte aos poucos o mel, o açúcar e o sal e sove mais. A última coisa a ser misturada é a manteiga, e o faça até que a massa esteja homogênea. Dê uma esticada num pedaço da massa com a mão, se ela esticar sem rasgar, bem elástica, está pronta. É o chamado ponto de véu. Deixe repousar em uma vasilha grande, coberta por filme plástico também, por cerca de 1 hora e meia. Vai crescer bastante. Divida em 4 bolas (ou faça como preferir, se quiser pães menores). Faça as bolas bem bonitinhas e já coloque em assadeiras, deixando um bom espaço entre as bolas de pão. Deixe repousando mais meia hora. Se quiser, polvilhe fubá ou farinha de milho por cima: basta umedecer sua mão, passar sobre o pão, para que a farinha grude; polvilhe com a mão ou com ajuda de uma peneira. Faça alguns cortes rasos no pão com a ponta de uma faca afiada (usávamos gilette na boulangerie em Paris!) e leve para assar em forno já pré-aquecido em 220ºC por cerca de 35 minutos.

pao_australiano_03

rendimento 4 pães grandes

tempo de preparo cerca de 1 hora + 14 horas de repouso

dificuldade média

imagem_ouvindo

receita ilustrada #1 – pão de banana

julho 16, 2013

pao_banana_01

A melhor coisa que fiz na última pesquisa foi inserir a caixa de sugestões. Como é gostoso ler o que me escrevem lá! Esse post já um pouquinho da nova mudança. Muita gente me pediu pra falar sobre minhas aquarelas, ter mais delas aqui no blog. Não tenho muito o que falar delas, assim como o blog, é um hobby. Um hobby recente: ganhei meu estojinho de aquarela quando morei em Paris, mas fui começar a fazê-las mesmo não tem um ano ainda. Resolvi fazer aqui uma nova seção: receitas ilustradas. A ideia é pegar receitas beeeem fáceis de fazer e deixá-las com uma carinha fofa. Lógico, mostrando uma foto de resultado final também, como sempre. Ah, você pode ver a imagem da ilustração em tamanho maior, basta clicar nela, ok? Minha mãe já quer pendurar essa na parede da cozinha dela!

Sobre a receita em si: Na verdade não sei bem falar se é um pão ou um bolo, até porque eu uso nos dois sentidos. É uma receita bem suave, pouco doce, mas uma delícia. Dá pra comer puro, mas eu adoro também cortar em fatias no dia seguinte e fazer torradas! O grande segredo é o iogurte: Deixa o pão super úmido e fofinho. Vem comigo que é só misturar todos os ingredientes!

receita_liustrada_01

\ 125 g de manteiga derretida

\ 150 ml de iogurte natural

\ 2 ovos

\ 3 bananas amassadas

\ 175 g de farinha de trigo

\ 175 g de açúcar mascavo

\ 1 colher (sopa) de fermento

\ um punhado de nozes picadas

\ 1 fava de baunilha (opcional – sou o louco da baunilha!)

Pré aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma fôrma de bolo pequena. Eu uso uma de bolo inglês de 30 x 11 cm. Misture todos os ingredientes líquidos: manteiga, iogurte e ovos. Junte as bananas amassadas. Se for usar a baunilha, use agora. A em fava, basta cortar com uma faca a lateral da fava e abrí-la inteira. Raspe bem todas as sementinhas, são elas que a gente coloca. As favas são caras e difíceis de achar, então podem usar uma colherinha de extrato de baunilha ou essência de baunilha. Ou então não usar nada, é opcional. Misture e adicione os ingredientes secos: açúcar mascavo, farinha de trigo, fermento e nozes picadas. Quando estiver bem misturado, basta despejar na fôrma já preparada e colocar no forno. É mais ou menos uns 30 a 40 minutos, faça o teste do palito, furando-o para ver se está todo cozido por dentro. Sirva puro ou com acompanhamentos tipo manteiga, geléias ou queijo.

PS.: Se quiser usar açúcar comum, faça com a metade da quantidade pois o mascavo é bem menos doce. Pode fazer sem as nozes também. Mas ó, pro meu gosto, essa receita fica deliciosa se feita com esses dois ingredientes.

pao_banana_02

rendimento \ um pão de 30 x 11 cm

tempo de preparo \ 10 minutos + 30-40 minutos no forno

dificuldade \ baixa

imagem_ouvindo

focaccia

maio 7, 2013

Essa é um tipo de pão italiano que tenho hábito de fazer em casa. O azeite dá todo o gosto da coisa, e o fato de você não ter que modelar os pãezinhos faz a receita ser ainda mais prática. Sovar a massa é o que dá mais trabalho, mas acho que vale a pena principalmente pra aquele dia que você quer servir um bom tira gosto. Acompanha bem frios, antepasto de berinjela, pequenas linguiças caramelizadas… Ou mesmo quentinho com manteiga!

focaccia_01

/ 500g de farinha de trigo

/ 300ml de água

/ 30g de fermento biológico fresco (2 cubinhos de 15g)

/ 15g de sal

/ 50ml de azeite de oliva

/ sal grosso

Forme uma coroa com a farinha de trigo em uma superfície de trabalho (pode ser o granito da pia, um balcão). Crie um espaço menor nessa coroa (como na imagem abaixo). Disponha o sal na parte externa da coroa, ele vai ser o último a ser mesclado na receita. No espaço menor coloque o fermento e um pouco da água. Coloque todos os outros ingredientes na abertura maior da coroa.

focaccia_02

Comece a amassar, puxando a farinha aos poucos para o centro. Por último junte os ingredientes da coroa menor e o sal e sove bastante. É importante que a massa fique bem homogênea e macia. Se estiver muito grudenta, coloque um pouco mais de farinha. Quando estiver bem sovada, coloque em uma tigela, cubra com um pano de prato e coloque dentro do forno desligado para crescer por cerca de meia hora.

Estique a massa em uma assadeira e deixe repousar no forno por mais meia hora. Retire do forno e o pré aqueça (forno médio – 230ºC). Enquanto o forno aquece, faça furos com os dedos por cima da massa e jogue um pouco de azeite nesses buracos. Polvilhe um pouquinho de sal grosso. Coloque para assar, por cerca de 30 minutos. Corte em pedaços grandes e sirva de preferência quente.

focaccia_03

rendimento \ 20 pedaços

tempo de preparo \ 2h (contando o tempo de espera para crescer e o tempo para assar)

dificuldade \ média

imagem_ouvindo