tournedos de filé com gratinado de batatas e cebolas ao vinho

tournedos_01

Quando terminei de assistir esse último episódio da temporada, fiquei rindo aqui sozinho, lembrando de quando gravamos, de todo o processo que foi fazer e colocar no ar esse projeto… E é em grande estilo que a gente encerra! A ideia desde o princípio era ensinar dicas de cozinha a começar por pratos mais simples até a alguns mais elaborados. O prato de hoje é aquele que ao servir impressiona todo mundo, mas, como dá pra ver no video, não é difícil de fazer.

Aproveitei pra mostrar também como limpar e cortar uma peça de filé mignon (essa já veio semi limpa sem o cordão) e fiz dois acompanhamentos incríveis, que você pode fazer como guarnição para outras carnes também: mini cebolas caramelizadas no vinho e um gratinado de batatas delicioso.

Gratinado de batatas

600 g de batata

50 g (4 colheres de sopa) de manteiga

1 dente de alho grande

150 ml (1/2 xícara + 1 colher de sopa) de leite

200 ml (3/4 de xícara) de creme de leite fresco

100 g (1 xícara) de queijo gruyère ou parmesão ralado

sal, pimenta do reino e noz moscada a gosto

Junte o leite, o dente de alho somente descascado, sal, pimenta do reino e noz moscada em uma panela. Leve para ferver. Atenção pra não deixar o leite subir e derramar assim que ferver! Desligue assim que levantar fervura.

Num refratário unte com a manteiga. Não precisa usar todo os 50g, reserve a manteiga que sobrar, mas deixe o fundo bem amanteigado para que a batata não agarre ao ir ao forno. Descasque as batatas e fatie em finas lâminas. Vá montando no refratário camadas dessa batata em lâminas, como se fossem escamas de um peixe. De preferência não faça muitas camadas, use um refratário maior e faça no máximo dois dedos de altura do refratário em camadas. Despeje todo o leite em cima das batatas, retirando o dente de alho. Coloque também pelotinhas da manteiga por cima. Cubra com papel alumínio e leve ao forno quente (220ºC) por 30 minutos.

Aqueça o creme de leite numa panela, e assim que descobrir as batatas do forno, regue com ele. Cubra com uma camada de queijo ralado e volte ao forno por cerca de 30 minutos. Até que esteja uma camada bem dourada por cima!

tournedos_02

Mini cebolas

16 mini cebolas

200 ml (3/4 xícara) de vinho tinto seco

120 ml (1/2 xícara) de água

50 g (5 colheres de sopa) de açúcar

2 colheres (sopa) de manteiga

Descasque as mini cebolas e refogue-as na manteiga. Assim que começar a dourar jogue o açúcar. Quando ele começar a caramelar, adicione o vinho e a água. Deixe cozinhando em fogo baixo até que as cebolas fiquem macias e o vinho esteja bem reduzido.

Tournedos

Tournedos de filé mignon (no vídeo ensinamos como retirá-los a partir de 1 peça inteira de filé mignon)

Óleo, manteiga ou azeite (cerca de 2 colheres de sopa)

sal

pimenta do reino

Aqueça o óleo em uma frigideira. Quando estiver quente, sele os tournedos. Vire para o outro lado e tempere com sal e pimenta. Vire de lado de novo e tempere também. Retire da frigideira e reserve.

tournedos_03

rendimento 4 porções

tempo de preparo cerca de 1 hora e meia

dificuldade média

imagem_ouvindo

Anúncios

Tags: , , , , , , , ,

17 Respostas to “tournedos de filé com gratinado de batatas e cebolas ao vinho”

  1. Kelly Says:

    Esse gratinado de batatas de me apeteceu…
    Me diz uma coisa, eu estou morando no sudoeste da França há 4 meses… Creme de leite, aqui, tem outro nome? Já tentei usar tantas coisas, mas não achei algo como nosso creme de leite no Brasil… Vc poderia me dar uma dica?
    Obrigada!

    • gpoulain Says:

      ei Kelly! então, na França (ao menos em Paris), você acha creme de leite com várias texturas, tem alguns que parecem até nosso requeijão. eu usava qualquer um na verdade pra substituir nas receitas, normalmente um menos encorpado com 30% de gordura.

      • Kelly Says:

        Entendi… Mas como eles chamam aqui? Crème légère, crème épaisse… É tanto “creme” que eu não sei mais qual escolher (rss)…
        Abç!

    • gpoulain Says:

      então, é bem simples na verdade. pra esse tipo de receita eu uso o légère, que é mais leve, como diz no nome. o épaisse tem uma consistência de requeijão, eu super o usava no lugar de requeijão. o próprio nome já diz: espesso! na verdade qualquer um serve pra qualquer receita, eu escolhia de acordo com o que achava que ia combinar mais com a receita. 🙂 um abraço!

  2. Nathalia Says:

    Gui, estou adorando as receitas.
    ja fiz algumas em casa e percebi que minha cozinha esta carente de facas.
    tem algum jogo de facas que voce indica para comprar?

  3. Paula Says:

    Oi, Gui! Estava pensando em fazer a receita usando cebolas de tamanho normal. Vc tem ideia de quantas eu poderia usar (ou a quantidade em gramas)?
    Merci!

    • gpoulain Says:

      ei Paula, pode usar sim, mesmo que não seja o ideal. a diferença é que você vai ter que colocar bem mais água e deixar cozinhando bem mais tempo pra que ela fique bem macia e cozida. ou você pode cortá-las em 4 e tomar bastante cuidado pra que não desmanchem, mas é capaz de desmanchar (mas o gosto vai ficar bom do mesmo jeito). você pode calcular 1 cebola de tamanho normal (escolha as menores, se puder) por pessoa. de rien!

  4. Patricia - BH Says:

    Ai… Vou ficar órfã de receitas muito tempo? Não demorem a gravar a Segunda Temporada… Vocês são demais! E você Gui, tem uma forma de ensinar muito bacana!

  5. Dani Casagrande Says:

    Ei Gui!

    Adorei tudo!!! Nossa que delícia deve ser essa cebola ao vinho! Alguma sugestão de que tipo de vinho ou marca a gente deve usar? Minha mãe adora fazer cebola com açúcar, pra tirar a acidez… vou mostrar pra ela essa receita com certeza!
    Uma dúvida que eu tenho: por incrível que pareça, eu tenho intolerância ao leite, mas não tenho problemas com creme de leite, etc… você acha que a gente pode tirar o leite da receita e/ou substituir por outro ingrediente? Em relação à carne, só fica bom com filé mignon ou também dá pra usar outro tipo (mais pra ficar barato mesmo!).

    Amo suas receitas, seu jeito de ensinar e sua alegria! Vou morrer de saudades!!!

    Beijos!

    • gpoulain Says:

      Ei Dani, tudo bem?

      eu uso o vinho mais barato que encontro no mercado, normalmente (ou aquele que eu abri pra tomar na hora de cozinhar – haha). não tem muito segredo quanto a isso não. substitua o leite e creme de leite por algum leite que você possa consumir, como o leite de soja por exemplo. sobre a carne, pode usar outro tipo sim, esse gratinado cai bem com qualquer carne de porco ou boi.

      logo logo a gente retorna!

      beijo!

  6. laíza Says:

    acho batata + carne uma dupla imbatível ❤ quando começa a nova temporada? parabéns pelo projeto, tô amando! beijos!

  7. Stephanie Saito Says:

    Salivei do começo ao fim dessa receita! Mais uma receita sua que me fará ganhar elogios da família 😉

  8. missencena Says:

    Republicou isso em Missencena.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: