carta amarela #48 – coisas menores

imagem_cartas

Belo Horizonte, 31 de janeiro de 2013

Queridos amigos,

Antes de partir, passei numa pequena livraria para trazer alguns livros em francês para o Brasil. Entre prateleiras antigas de madeira suspirei. Vi edições mais antigas de livros que hoje possuem como capa os posteres de seus filmes. Vi alguns outros antigos, já usados, vendidos ao que diríamos a preço de banana. Saí dali e passei em uma loja de vinis. Vinis novos, de música alternativa. Vinis antigos do jazz de outrora.

carta48_01

Foi-se o tempo em que todas as lojas eram assim. Um tanto pessoais. Eu me pergunto o que leva as pessoas às grandes e modernas livrarias. Descontos? Livros que a gente só lê porque todo mundo está lendo? Gosto de lugares onde me sinto um pouco em casa. Casa com cara de casa mesmo. Gosto de ler aquilo que me move. Gosto de passear pelas ruas, mais do que em shopping. Taí, perdemos muito com esses aglomerados de lojas. Eu sei, é mais cômodo. Mas acho que de tanta comodidade temos virado é preguiçosos.

carta48_02

Lembro-me de um filme bobinho mas fofo: Mensagem pra Você, com Tom Hanks e Meg Ryan. Naquele filme víamos a pequena livraria da esquina fechar suas portas, depois de sonhos, depois de danças entre mãe e filha naquele espaço, por causa de uma grande livraria. Lembro-me também que, claro, todo mundo torcia pra pequena livraria não fechar. Mas ela fechou.

Hoje em dia buscamos grandes sonhos também. Queremos grandes palavras, grandes casas, carros mais luxuosos. Muita gente quer o vestido da protagonista da novela. A mesma bolsa que a atriz foi flagrada usando. E todo mundo vai ficando igual, igual. As lojas também. A vida também.

É por isso que toda vez que alguém acha meu bigode estranho, eu sorrio. Alegro-me toda vez que me olho no espelho. Aquele bigode com as pontas pra cima deixa meu rosto mais feliz. Complementa meu sorriso e me ajuda a ser um pouquinho mais único.

Um beijo e um sorriso pra levantar ainda mais o bigode,

Gui

foto #1: Eduardo Baszczyn

Anúncios

Tags:

Uma resposta to “carta amarela #48 – coisas menores”

  1. Priscila Says:

    lindo como sempre, Gui, beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: