carta amarela #29 – estrelinhas

Belo Horizonte, 20 de agosto de 2012

Queridos amigos,

Tenho vivido ótimos dias de reencontros aqui em BH. E foi num dia desses que me peguei dizendo a um amigo:

“Deixa ir, vive, não puxa o freio! É assim que é bom.”

No fundo, no fundo, eu estava falando pra mim. Tudo bem, vale para ele também. E acho que fico mais feliz de ver as coisas acontecendo com os meus amigos, porque eu tenho uma percepção melhor, uma animação sem medos. A pessoa que vive, muitas vezes vive muito mais o medo e uma certa angústia do que o entusiasmo.

Também me peguei dizendo:

“Gato, a gente nunca pode ter tudo.”

Pá! Outra vez bateu em mim mesmo. Não sei se é uma sensibilidade recente, ou uma amnésia sobre outros tempos, mas acho que tenho me encantado muito mais com a percepção do outroEntender as histórias, o comportamento, os trejeitos. Ler as pausas, o tom de voz, o olhar. Admirar e tentar compreender, assim, bem de perto. O que essa pessoa está vivendo? O que ela já viveu?

Viver junto. Das coisas mais delícias da vida. Quero crescer e que os mais queridos cresçam comigo.

Um abraço cheio de conselhos talvez errados,

Gui

Anúncios

Tags:

5 Respostas to “carta amarela #29 – estrelinhas”

  1. Priscilla C. Bragança Says:

    Gui. Eu amo seu blog…

  2. Rosa Says:

    Gui, você é um fofo!
    Eu tb amo seu blog
    e receitinhas deliciosas.
    Tenho tentado algumas
    e hummmm..delícia!

  3. Paola Says:

    Nuns desses dias que eu me sinto subitamente sozinha, precisando me reconhecer em outra pessoa pra compreender a mim mesma, precisando ver que não sou só que que estranho, que fico nostálgica, que busca conselhos sensatos e afirmações… nesses dias, eu vim te ler. E reconheci nas tuas palavras tanta reflexão que me faço! E simpatizei tanto com a tua intimidade escancarada aqui que não posso mais me manter anônima. Preciso agradecer por tuas Cartas Amarelas tornarem mais plácidas algumas angústias minhas, mais normais e menos complexas algumas das minhas próprias questões, dessas que a gente gosta de complicar.

    Tua leitura tem me sido uma companhia adorável! Muito obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: