carta amarela #16 – cora coração

Paris, 29 de maio de 2012

Queridos amigos,

Já disse aqui: Eu dedico frases. Letras. Algumas palavras bonitas, assim, sem ter nenhum motivo maior.

Me disseram baixinho ao pé do ouvido: eu nunca te vi assim. Sorri, claro. Envergonhado.

Acho que prefiro não pensar dessa forma. Sei que a memória, por vezes, é bem míope. Mas não aceito desmerecer o meu passado. E, no fundo, não quero admitir que nunca me vi assim.

Enviei semana passada uma série de cartaz amarelas. Pro Brasil, pra Alemanha, aqui na França mesmo. Eu precisava enviar minha letra cursiva por aí. E recebi muito carinho de volta. O sorriso, dessa vez, é especial. Minha vida nunca foi recheada de grandes amores, e sim de algumas grandes ilusões. Mas, mesmo assim, sei que já vivi muito. E quero, avidamente, viver mais.

Não sei se minha história hoje é diferente. Não sei. Não sei se é passageira, se é apenas um abano de entusiasmo. Ou mesmo se é pra vida toda. Sinceramente, não quero arriscar palpites.

Me contento em trombar por aí. Trombar em versos e canções que fazem parte desse novo caminho. E fico feliz a cada longo silêncio. A cada palavra em francês não entendida, seguida de uma gargalhada daquela de fazer os silenciosos franceses corarem. Me contento com os olhos nos olhos. Me contento mais ainda em saber que é algo maior do que eu esperava nesse momento. Abro o meu sorriso a cada palavra nova descoberta. É, tô feliz.

Um grande beijo, nas palavras que recebo todos os dias: gros bisous.

Gui

Anúncios

Tags:

6 Respostas to “carta amarela #16 – cora coração”

  1. Stephanie Saito Says:

    Oi Gui,
    olha, vou te falar que leio suas cartas amarelas aqui no blog e sempre sorrio, não é a toa que deve estar encantando muitas pessoas por aí.
    Você merece ser feliz assim, do jeito que está, todos os dias!
    beijão
    Stephanie Saito

  2. Érika Says:

    não recebi uma carta amarela…/
    mas feliz por vc estar feliz.
    ❤ saudades

  3. recabral Says:

    Tenho como lema, das últimas semanas, um versículo: que cada palavra seja um presente. E exatamente o q vejo aqui. E, com certeza, é o q sentem aqueles q recebem suas cartas… Lindo, lindo!

  4. Sarah Angrisano Says:

    O sorriso no meu rosto veio de uma forma úmida… É emocionante perceber a alegria em nossos queridos. Esteja feliz e seja feliz Gui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: