Paris

“Aaaaaaah, Paris!”. Foi assim que ouvi, em uníssono no cinema, dia desses, quando fui assistir “Meia-noite em Paris” logo que o filme começou. Apesar de ter ficado quieto, a sensação para mim era essa, poucas semanas após ter saído da cidade luz. Foi difícil fazer um “miniguia” já que é tanta coisa pra ver e se deliciar em Paris.

O que achei imperdível

Puxa, muita coisa. Tem que ir na Torre Eiffel. Tem que subir até la em cima, mesmo que você suba com um monte de gente fedida que nem eu subi. Compre a entrada antes, pela internet, facilita! A vista é maravilhosa. E faça um piquenique. Aliás, vários. Aqui tem um link de lugares bacanas em Paris para se fazer um! Foi incrível cada vez que íamos a um supermercado e comprávamos vários vinhos, geléias, queijos, fois gras, pãezinhos. É agradável, principalmente com uma boa companhia. E eu tinha várias. Fique até anoitecer, quando a torre se acende todos aplaudem. É encantador.

Passear pelas ruas, passar em frente a l’Opéra, Champs-Élysées, le Marais, Arco do Triunfo…

Ir a museus. Vários. Uma dica: compre o Paris Museum Pass. Vende em vários museus e pontos turísticos (comprei o meu no aeroporto). Ele é válido por 2, 4 ou 6 dias, você compra de acordo com a necessidade. Você economiza e não pega nenhuma fila (a não ser em Versailles). São 50 museus e com ele entrei:

:: Musée d’Orsay :: Onde ficam os quadros impressionistas. Lindos, tanto lugar quanto acervo!

:: Musée National de l’Orangerie :: Atravessando a ponte depois da visita ao d’Orsay, é um pequeno museu onde ficam as ninféias do Monet.

:: Musée de l’Institute du Monde Arabe :: Não acho que seja necessário ir, mas estava com um amigo arquiteto e ele queria ver a exposição da Zaha Hadid acontecendo ali. A exposição é sim incrível (e não tem data definida de acabar).

:: Musée du Louvre :: É, tem que ir. Confesso que não achei emocionante nem nada ver a Monalisa. Quisemos ver só alguns trechos: a parte egípcia, os aposentos de Napoleão Bonaparte, a Monalisa, Vitória de Samotrácea e a Vênus de Milo. Mas vale a pena o passeio. E adorei passar na loja da Virgin e da Apple ao final do museu.

:: La Cinémathèque Française – Musée du Cinéma :: A exposição permanente é bem pequena… mas ali me reservou um dos momentos mais felizes e espetaculares da viagem, que compartilharei em outro post!

:: Centre Pompidou – Musée National d’Art Moderne :: Bom, tenho um fraco por museus de arte moderna. Todo mundo que me conhece sabe que meu museu preferido no mundo (dos que visitei até hoje, que fique claro) é o Tate Modern em Londres. Com a pressa não pude apreciar muito, mas recomendo ao menos uma passeada por lá, só de andar pelo museu é incrível.

:: Musée National des Châteux de Versailles et de Trianon :: Mais alguém aqui é fã confesso do filme Maria Antonieta? Eu sou, e fiquei encantado com a beleza e grandiosidade. Você chega e já dá de cara com a riqueza do portão e grades de ouro! O que me incomodou foi a multidão. Era impossível andar e acabei ficando um pouco de mal humor. Dizem que em outras épocas do ano (que não seja primavera/verão) fica mais vazio. Lá você também anda por vários jardins e pode ir também ao Petit Trianon, que era uma espécie de “casa de campo” que Louis XVI construiu para a Marie Antoinette (quem viu o filme sabe dessa parte!).

Ir a Giverny, na casa do Monet. Parece uma casa de boneca grande. É fofo, lindo e ultra florido. Delícia de passear.

Se gosta de dançar e estiver em Paris em um domingo, tem que ir no Rosa Bonheur! O nome do lugar é um homenagem a uma pintora de espírito libertário e independente que viveu na França no séc. XIX e abriu a primeira escola de desenhos para mulheres em Paris. É um bar alegre, colorido que funciona dentro de um parque, o Buttes Chaumant, no 19ème. Fica aberto de quarta a sábado também, mas a noite gay acontece no domingo, a partir das 17h. Chegue cedo pra não pegar fila e aproveitar, já que acaba meia-noite!

Fotos :: Marcus Martins e Lorena Borges

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

14 Respostas to “Paris”

  1. Lorena Borges Says:

    Ai ai… Tanta coisa vista e tanta coisa pra ver! E tanta coisa pra repetir! Vontade de voltar pra lá agora! O post ficou ótimo! Deu saudade demais!

    =*

  2. dehfive Says:

    Gui! Não conhecia seu blog, mas amei isso aqui! Paris é um amorzinho! ❤ Se pudesse acrescentar uma dica, diria do Restaurante Chartier. É tipo um bolão, clássico, em um bairro charmoso da cidade. A diferença é que fica em Paris e a comida é típica. Delicioso! Falando nisso, tenho saudade de você! E de Paris…!

  3. Sil Says:

    Amei tudo. Amo seu texto, amo sua visão de mundo. E amo você, primo lindo!

  4. pequenachef Says:

    Que lindo, adorei! Acabando a faculdade o que eu quero fazer é viajar pela Europa… lembrarei dos seus mini guias! 🙂

  5. Gabi Barbosa Says:

    Vou viajar em agosto para Paris. Obrigada pelas dicas! É sempre bom ouvir algum brasileiro falar sobre o que precisamos ver, o que é imperdível. 😀

    • gpoulain Says:

      Ei Gabi! Ainda farei mais posts sobre Paris, falando sobre a comida e sobre algumas coisas em particular! A cidade é tão bacana é muita coisa a ser dita! Mas o que mais recomendo mesmo é comprar o Museum Pass e a Torre Eiffel pela internet pois as filas são enormes!

  6. Says:

    Ahhhhh Paris…. rsrs… essa reação é inevitável pra qualquer pessoa que sonha ou já conhece essa cidade. Ótimas suas dicas e deixo mais uma de um museu incrível: Le Quai Branly. Tem um acervo único de peças da África, Oceania, Ásia e América Latina. Tem um viés mais antropolôgico, mas vale a pena para apreciar peças de uso cotidianod e diferentes grupos sociais. Fica eprtinho da Torre Eiffel e a arquitetura também é interessante. Em relação a Versailles, fui no inverno e também estava LOTADO.
    Você foi à famosa casa de chás Angelina? Melhor chocolate quente da cidade! Tem uma filial em Versailles e a matriz na rua do Louvre. Imperdível!

  7. Le Cherem Says:

    Ei Gui! Nao conhecia o blog, adorei! Impressionante como escreve bem, acho que é de família, rs. Estamos indo pra paris em agosto, queria umas dicas de restaurante se você tiver! beijos

  8. Nicole Says:

    Mas com o Museum Pass eu consigo entrar em Versailles e na casa de Monet tb?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: